Palavra da Mesa Administrativa

A Santa Casa da Misericórdia de Borba tem desenvolvido, ao longo dos cerca de cinco séculos da sua existência, um papel de vital importância no que diz respeito ao apoio prestado à população do Concelho em áreas que vão desde as necessidades básicas de alimentação e saúde, até ao conforto do acolhimento em lares de idosos ou serviços de apoio domiciliário, passando, entre outras, pelas vertentes da educação, desde a tenra idade de quatro meses em que são admitidas as crianças na Creche, passando depois para o ensino que actualmente se denomina de pré-escolar e que dá lugar, depois, às actividades de tempos livres (ATL), que complementam diariamente o ensino básico das nossas crianças.

Com a edição, em 2006, do livro “História da Santa Casa da Misericórdia de Borba”, o que a actual Mesa Administrativa pretendeu foi, em primeiro lugar, demonstrar o enorme respeito que nos merecem todas as pessoas que ao longo dos séculos se empenharam no engrandecimento desta Instituição, tanto pela valorização patrimonial, como pela acção social e humana desenvolvida, sendo para nós claro que sem a primeira, dificilmente se conseguiria a segunda e essencial missão.Com a criação, também em 2006, do Boletim Informativo da SCMB, tivemos como objectivo, utilizando um meio tradicional divulgação, dar a conhecer o presente da Instituição, mantendo um espaço de descrição do seu honroso passado.

Agora, com a criação deste espaço, acessível a partir de todo o Mundo onde haja uma ligação de Internet, temos como principal finalidade completar a divulgação que consideramos importante da e para a nossa Santa Casa.

Será um sítio dinâmico, com as actualizações que se considerarem pertinentes, e aberto às opiniões dos visitantes deste espaço, que as poderão enviar para o endereço de correio electrónico da SCMB.

A Misericórdia de Borba, tendo presentemente pouco mais de cem colaboradores e mais de quinhentos utentes, distribuídos pelas diversas valências, não pode ser uma Casa fechada. Tem que dar a conhecer o trabalho que desenvolve, bem como o que pretende desenvolver, e os responsáveis pela sua gestão terão que estar atentos às mensagens que chegam de quem, tal como nós, tem como desejo o engrandecimento desta Instituição, neste início de um século em que as Misericórdias, mais do que seria pensável há poucos anos, terão uma função imprescindível a desenvolver na sociedade portuguesa e, em particular, em terras como a nossa, onde as características sociais, económicas e demográficas fazem acelerar o ritmo de procura de respostas sociais.

Canal SCMB

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e fique a par de todas as noticias da Santa Casa da Misericórdia de Borba, em primeira mão.


725 utentes distribuidos em 14 respostas sociais

Mapa do site